quinta-feira, 24 de novembro de 2016

CIENTISTAS DESCOBREM UMA SUPERTERRA PRÓXIMA


Impressão de artista do exoplaneta GJ 536 b e da estrela GJ 536.
Crédito: Gabriel Pérez, SMM (IAC)

O estudante de doutoramento Alejandro Suárez Mascareño, do Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC) e da Universidade de La Laguna, e os diretores da sua tese Rafael Rebolo e Jonay Isaí González Hernández descobriram uma "super terra", GJ 536 b, cuja massa ronda as 5,4 massas terrestres, em órbita de uma estrela próxima muito brilhante. O estudo foi aceite para publicação na revista Astronomy & Astrophysics e envolveu investigadores de vários países.
Este exoplaneta - o planeta que orbita a estrela GJ 536 - não está dentro da zona habitável da estrela, mas o seu curto período orbital de 8,7 dias e a luminosidade da sua estrela, uma anã vermelha bastante fria e próxima do Sol - 32,7 anos-luz da Terra -, tornam-no num candidato atraente para uma investigação da sua composição atmosférica. Durante esta pesquisa foi também descoberto um ciclo de atividade magnética, parecido com o do Sol, mas mais curto, 3 anos.
"Até agora, o único planeta que encontramos foi GJ 536 b mas continuamos a monitorizar a estrela para ver se descobrimos outros companheiros," comenta Alejandro Suárez Mascareño, o autor principal do artigo. "Os planetas rochosos são normalmente encontrados em grupos," explica, "especialmente em redor de estrelas deste tipo, e estamos confiantes que podemos encontrar outros planetas em órbitas mais distantes da estrela, com períodos entre 100 dias até alguns anos. Estamos a preparar um programa de monitoramento para trânsitos deste novo exoplaneta a fim de determinar o seu raio e densidade média."
"Este exoplaneta rochoso está a orbitar uma estrela muito mais pequena e fria que o Sol," comenta Jonay Isaí González, "mas está suficientemente próxima e é suficientemente brilhante. Também é observável nos hemisférios norte e sul, de modo que é muito interessante para espectrógrafos futuros de alta estabilidade e, em particular, para a possível deteção de outro planeta rochoso na zona habitável da estrela."
"Para detetar o planeta", afirma Rafael Rebolo, "tivemos que medir a velocidade da estrela com uma precisão na ordem de um metro por segundo. Com a construção do novo instrumento EXPRESSO, codirigido pelo IAC, vamos melhorar essa precisão por um fator de dez e seremos capazes de estender a nossa busca para planetas com condições muito parecidas às da Terra, em redor desta e de outras estrelas vizinhas."
O planeta foi detetado num esforço conjunto entre o IAC e o Observatório de Genebra, usando o espectrógrafo HARPS (High Accuracy Radial velocity Planet Seeker) acoplado ao telescópio de 3,6 do ESO em La Silla (Chile) e o HARPS Norte, no Telescópio Nacional Galileu no Observatório Roque de los Muchachos, Garafia (La Palma).

Bola de fogo é vista cruzando o céu da Flórida e explodindo

Bola de fogo é vista cruzando o céu da Flórida. Fenômeno, possivelmente um brilhante e explosivo meteoro, foi captado por câmeras de segurança, na noite de segunda-feira. Confira o vídeo
Os moradores da Flórida foram surpreendidos na noite da última segunda-feira por uma bola de fogo que iluminou os céus e explodiu em um clarão.
meteoro-ceu-noturno-asteroide
Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Meteoro cai nos céus da Flórida e explode. Bola de fogo foi vista cruzando o céu da Flórida. Fenômeno, possivelmente um brilhante e explosivo meteoro, foi captado por câmeras de segurança, na noite de segunda-feira.
A bola luminosa, registrada por câmeras de segurança e também por dispositivos instalados nos painéis de veículos da polícia das cidades de Venice e North Port, parece despencar do céu, explodir e, em seguida, desaparecer.
meteoro-florida-21112016
‘Bola de fogo’ é registrada no céu da Flórida, nos Estados Unidos.
Segundo a American Meteor Society (AMS, na sigla em inglês) a evento foi causado, possivelmente, por um meteoro muito brilhante, conhecido como “bola de fogo”. De acordo a organização, mais de 150 pessoas relataram ter em visto o objeto luminoso por volta das 23h15 (horário local) da segunda-feira. “A bola de fogo foi vista, inicialmente, na Flórida, mas testemunhas na Georgia e no Alabama também informaram ter visto o evento”, afirmou a AMS em seu site.
Segundo os astrônomos, meteoros, corpos celestes vistos nas populares chuvas de meteoros, são produzidos por fragmentos de asteroides que, ao entrarem em contato com a atmosfera da Terra, deixam um rastro brilhante no céu – popularmente conhecido como estrela cadente. A incandescência é resultado do atrito do objeto com o ar.
Confira abaixo o momento do clarão:

Meteoros do tipo “bola de fogo” são muito brilhantes e têm a mesma magnitude do planeta Vênus durante a manhã ou a noite. Esse tipo de fenônemo foi visto também no Japão, no início do mês.

Fonte : by  

terça-feira, 22 de novembro de 2016

O que podemos fazer?

Ante as profecias que parecem assinalar que nos encontramos muito próximos dos tempos do fim, não podemos deixar de nos perguntar:

O que há de certo em tudo isso?
Há que tomar as profecias e suas datas de forma literal ou como um dado simbólico que nos alerta para uma mudança de era?
Podemos afirmar que o fim do mundo está próximo?
E se for correto que nos esperam grandes catástrofes que implicariam praticamente no final da nossa civilização... Há algo que podemos fazer para mudar o rumo destes eventos ou sobreviver ao desastre?

A grande mudança: Despertar Consciência

Seja ou não neste milenio o início do final dos tempos, há sinais suficientes para pensar que se não modificarmos a nossa forma de agir como seres humanos, nossa civilização seguirá enfrentando gravíssimos problemas sociais, econômicos e ambientais. Se não corrigirmos a tempo, as profecias se converterão em realidade e nosso destino como humanidade será o fracasso como civilização, e também nosso desaparecimento. A única saída consiste em despertar consciência.
Despertar consciência significa eliminar de nosso interior todos os vícios, defeitos e maldades que impedem que brilhe a luz, o amor e a sabedoria em nós.
 
É hora de despertar, é necessário transformar-se porque são inumeráveis as profecias que assinalam que o tempo da destruição está muito próximo.

As diversas profecias

Muito se tem dito das profecias maias e o fim do mundo que assinalam o final da nossa civilização para o último mês de 2012. Se tem falado também extensamente de outras profecias do fim, como as de Nostradamus ou as do Apocalipse de São João.
A grande maioria destas predições nos alerta de grandes catástrofes na Terra, tais como uma iminente mudança no eixo de nosso planeta, o consequente degelo dos polos e o desaparecimento de grandes regiões de terra firme devido a fortes terremotos e tsunamis.
Algumas profecias falam concretamente da aproximação de um planeta que nos visita de forma periódica. Este planeta já estaria ao alcance dos telescópios e seu tamanho seria de umas seis vezes maior que Júpiter. Ele é conhecido em muitas tradições, profecias e livros sagrados, com diferentes nomes como: BaalWormwoodAjenjoHercólubusA BestaPlaneta VermelhoPlaneta FrioBarnard I e outros mais.

Profecias antigas

Em todos os rincões do mundo encontramos tradições e relatos proféticos, todos eles com uma grande semelhança e que fazem referência aos tempos finais.
Ao longo da história inúmeros sábios, profetas e mestres espirituais têm assinalado como será o fim de nossa civilização.
Uma das mais antigas profecias conhecidas está na Grande Pirâmide do Egito. Nela estão escritos muitos acontecimentos estelares que se vem cumprindo desde a sua construção. Segundo a Grande Pirâmide, o fim de nossa era acontecerá em uma data entre 2001 e 2030.
De acordo com o calendário e as profecias maias, as piores catástrofes acontecerão a partir de 2012. O calendário maia termina na data equivalente a 21 de dezembro de 2012 do nosso calendário atual. Os maias profetizaram alguns dos problemas que estamos enfrentando hoje em dia: aumento da temperatura do planeta, derretimento dos polos, agravamento da falta de alimentos e água, entre outros.
Bíblia cristã tem em seu último livro uma grande obra profética, o Apocalipse de São João. Nele se descreve o final dos tempos, o Armagedon, de forma direta e terrível. Segundo este livro, os tempos do fim verão a chegada do Anticristo, que representa o materialismo, o intelectualismo desprovido de espiritualidade, e como consequência da maldade e a degeneração extrema. Muitos interpretam que estes tempos já chegaram.
Da mesma forma, o Alcorão, o grande livro do Islamismo, adverte sobre a vinda do falso messias Al-Dajjah no fim dos tempos. Esta época virá assinalada por um alto materialismo e por uma completa falta de espiritualidade.
Na idade média, o grande vidente e astrólogo Nostradamusalertou em suas centúrias do grande Rei do terror que vem do céu. Muitos de seus estudiosos interpretam que se refere a um grande corpo celeste que alterará de forma dramática o nosso planeta.

Profecias mais atuais

Durante os séculos XX e XXI, pessoas com consciência ou com capacidades intuitivas têm alertado sobre o advento de catástrofes planetárias e do fim da nossa civilização.
Podemos recordar de Carlos Muñoz Ferrada, que além de predizer com exatidão numerosos terremotos na América do Sul, avisou em 1999 sobre a futura chegada do grande “Planeta-Cometa”.
Benjamín Solari Parravicini, o grande profeta argentino que se tem apelidado de “Nostradamus da América do Sul”, escreveu faz algumas décadas: “Chegará a hora das horas, e em sua obscuridade receberá o choque de um grande planeta. Assim a terra se transtornará. Tudo cairá”.
Alois Irlmaier, o visionário alemão da primeira metade do século XX advertiu sobre uma grande guerra que acabará com grande parte da humanidade, depois da qual haverá uma época de bênção e bem-aventurança.
Edgar Cayce, um dos psíquicos mais célebres dos Estados Unidos, advertiu sobre as mudanças no eixo terrestre, afundamento de países, degelo dos polos, desaparecimento de grandes cidades por fortes terremotos, e tudo isso para dar lugar a uma nova era de paz. Cayce situou estes acontecimentos para depois do ano 2000.
Menção muito especial merece Samael Aun Weor, o grande mestre gnóstico, que realizou numerosas conferências no México na década de 70. Ele falou de Hercólubus e explicou que nos tempos do fim este planeta se aproximaria do nosso exercendo uma grande força eletromagnética que desestabilizaria a crosta terrestre, dando lugar a grandes terremotos, maremotos, erupções vulcânicas e desastres naturais. Este planeta já chegou a nosso sistema solar em ocasiões anteriores para desencadear cataclismos que fizeram desaparecer as civilizações da Lemúria e da Atlântida. Agora chegaria para terminar com a nossa civilização e assim dar lugar a uma nova era
fonte : Associação Alcione

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Extraterrestres, os alienígenas já vivem entre nós

Posted by  on 24/09/2016


et-silencio
Extraterrestres: Eles já estão entre nós, um depoimento de John Lear

John Lear (JL) , um excepcional piloto e comandante de grande Companhia Aérea dos EUA, já voou com mais de 160 tipos de aeronaves diferentes, sobre mais de 50 países. Ele possui 17 recordes mundiais em velocidade com um jato Lear Jet, e é o único piloto comercial a possuir o certificado de piloto cedido pela Administração Federal de Aviação dos EUA-FAA.  
Ele testemunhou pessoalmente o pouso de uma espaçonave alienígena em Bentwaters Air Force Base, próxima a Londres, Inglaterra, quando três pequenos ALF’s (Alien Life Forms, Greys extraterrestres)  andaram até o comandante da base e cumprimentaram-no.
Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
John Lear. Ele  já voou pelo mundo em várias missões para a CIA e outras agências do governo americano, foi o designer do jato Lear Jet. JL começou a interessar-se pelo fenômeno UFO, 13 meses após falar com o Pessoal da USAF.
Foi testemunha pessoal do pouso de uma nave em Bentwaters Air Force Base, próximo a Londres, Inglaterra, quando três pequenos ALF’s (Alien Life Forms, Greys extraterrestres)  andaram até o comandante da base e cumprimentaram-no.
Esta é uma reprodução, transcrição de uma carta e entrevista de vídeo de John Lear (1414 Hollywood Blvd Las Vegas, Nevada-EUA 89110) apresentado no final.
Caro Steven:
Foi bom conversar com você na noite passada. Eu estou lhe enviando os “DULCE PAPERS” (documentos sobre a Base Subterrânea alienígena existente em DULCE, estado do Novo México, EUA)  para sua informação (Ver mais em: http://www.thewatcherfiles.com/dulce_book.htm)Também está incluída uma transcrição da conversação McCampbell com Paul Bennewitz e o Projeto Beta.
Também a declaração de Gary Stollman. O que se segue é a minha atual hipótese formada depois desta viagem de duas semanas por Colorado, Novo México e Arizona falando com várias pessoas, algumas da força aérea, algumas dos Laboratórios Sandia e muitas outras.
Grupo MJ-12,(Majestic-12representando o governo norte americano, fez um trato com os EBEs (EXTRA-TERRESTRIAL BIOLOGICAL ENTITIES) ou “Greys” no período de 1969- 1970-1971. O “acordo” foi que em troca de tecnologia: os extraterrestres no-la forneceriam e nós ignoraríamos as abduções que estavam acontecendo(e muitos outros fatos). Os EBEs nos asseguraram que estas abduções tinham o único propósito de monitoramento do desenvolvimento de civilizações: (na verdade estas abduções ocorriam visando o atendimento de três propósitos:
(1) inserção de um pequeno aparelho de mais ou menos 3 milímetros de tamanho via nasal no cérebro (implantes) para propósitos de monitoramento e programação do indivíduo abduzido;
2) sugestão pós hipnótica relativa a um evento que ocorreria num prazo de entre dois a cinco anos e que indicaria ao indivíduo algum lugar aonde ir ou alguma coisa a ser feita; mesmo com as nossas melhores técnicas hipnóticas, nós ainda não somos capazes de descobrir o que ou aonde se refere este evento, e
(3) intercruzamento genético (criar uma nova RAÇA HÍBRIDA Alienígena/HUMANA ) entre eles, os EBEs e humanos.
Durante muitas sessões de regressões hipnóticas de mulheres abduzidas com gravidez de término anormal estas mulheres tinham visto estes “cross-breads” (cruzamento de seres humanos híbridos), que geralmente são frágeis seres com cabeças comparativamente grandes, pele fina, braços e pernas muitos finos.
Já que nós não estávamos prevenidos sobre estes fatos, eles levaram a diante o acordo mas insistiram em que uma lista dos indivíduos abduzidos fosse periodicamente submetida ao Conselho de Segurança Nacional e ao MJ-12.
Manual Especial de Operações do Grupo MAJESTIC 12 de 1954.
Os EBEs tem uma desordem genética em seu sistema digestivo, o qual é atrofiado e não funcional. Muitas pessoas especulam que eles podem ter estado envolvidos em algum tipo de guerra nuclear ou então, estarem no final evolutivo descendente de uma curva genética (eles não são mais capazes de se reproduzirem e usam a clonagem para a reprodução da espécie). Para se manterem, eles usam enzima e secreção hormonal obtida das glândulas, línguas e gargantas de gado ou de humanos. (Nota: gado e humanos são geneticamente similares.
Em caso de um desastre em escala nacional, o sangue do gado poderia ser usado em humanos) Esta secreção é misturada com H2O2 (peróxido de hidrogênio]- a chamada água oxigenada -, e uma outra substância. A mistura é então aplicada na pele ou nas mãos, que são mergulhadas nesta solução. O corpo absorve desta forma a mistura e excreta os resíduos também pela pele, pois esses seres não possuem aparelho digestivo e orgãos de reprodução sexual (se reproduzem pela clonagem).
Os integrantes do Grupo Majestic 12 quando o projeto foi implantado. Todos, sem exceção, foram enganados em seus contatos e acordos com seres extraterrestres (conhecidos como Greys).
As mutilações de gado tiveram sua ocorrência predominante entre 1973 e 1983 e foram publicamente noticiadas por revistas e jornais e até em um documentário produzido para a televisão por Linda Howe da rede afiliada da CBS em Denver, Colorado e eram motivadas para a coleta destas secreções e de outros itens. As mutilações incluíam a retirada dos genitais, do reto, olhos, língua e garganta; todos cortados com extrema precisão cirúrgica. As incisões eram feitas entre as células, separando as estruturas moleculares. Esta é a razão porque não havia sangue nos locais e porque não ocorria colapso vascular.
Isto também tem sido realmente aplicável nos casos de mutilação humana, tendo sido um dos primeiros casos o do Sargento Jonathan P. Louette na área de testes de mísseis de White Sands em 1956, que foi achado três dias depois que um major da Força Aérea tinha testemunhado a sua abdução por um objeto voador em forma de disco, mais ou menos as duas horas da manhã. 
Um dos seres Greys de zeta Reticuli 1 e 2, que fizeram acordos com o governo dos EUA e com quem o Grupo MaJestic-12 mantinha contatos regulares e acordos  de transferência de tecnologia.
Os genitais dele tinham sido removidos, o reto retirado com uma precisão cirúrgica acima do cólon, os olhos removidos, estava sem sangue e sem colapso vascular. Por algumas destas evidências parece que a “cirurgia” é realizada, na maioria dos casos, com a vítima viva.
Estas partes são levadas para alguns laboratórios DE BASES subterrâneas, uma das quais é conhecida a sua localização a 2,5 milhas a noroeste da pequena cidade de DULCE, no Estado do Novo México, a um quilômetro de profundidade abaixo de Archuletta Mesa. Esta instalação subterrânea é ocupada por uma coligação de humanos e extraterrestres (CIA-Alien); tendo sido descrita como enorme, com corredores que parecem não ter fim.
Vários desenhos a tinta de fotos tiradas dentro destas instalações foram recentemente liberados com os “Dulce Papers”. As fotos mostram grandes tanques com carne pálida sendo agitada dentro deles. Um ser humano abduzido durante uma sessão de regressão hipnótica recordou de grandes tubos com humanos dentro. “Eu vi um bebê dentro de um deles”.
Depois do acordo inicial estabelecido entre o MaJestic-12 e os aliens, Groom Lake (Base hoje conhecida como ÁREA 51 em Nevada-USA), um dos mais secretos centros de teste nacionais, localizado em Nevada foi fechado por um período de dois anos (1972-1973);  é uma enorme instalação subterrânea para e com a ajuda dos EBEs. A “barganha por tecnologia” ocorreu, mas só podia ser operada pelos próprios ETs. É desnecessário dizer que esta tecnologia não pode ser usada contra os extraterrestres em caso de nossa necessidade.
Durante o período de 1979 a 1983 cada vez foi ficando mais óbvio para o MJ-12 que as coisas não estavam saindo como haviam sido planejadas. Logo se tornou conhecido que muito mais pessoas (contadas em milhares) que estavam sendo abduzidas não constavam das listas de abduções oficialmente fornecidas ao Conselho de Segurança Nacional (National Security Council_NSC) e ao MJ-12 e que as abduções incluíam outras atividades ao invés de se restringirem ao “simples monitoramento realizado por uma civilização avançada”. Adicionalmente, se tornou óbvio que muitas, mas não todas, (mas a maioria) das crianças americanas desaparecidas também tinham sido usadas para obtenção dos materiaisrequeridos pelos EBEs.

Em 1979, ocorreu uma altercação entre as partes no laboratório de Archuletta, na Base subterrânea de DULCE. As Forças Especiais Delta foram chamadas para tentar libertar um grupo de pessoas que estavam aprisionadas na instalação e que tinham tomado conhecimento do que estava acontecendo. 66 soldados morreram nesta tentativa de resgate e os humanos não foram libertados.
Em 1984, o MJ-12 deve ter visto, paralisado de horror, o terrível engano que foi cometido quando fizeram acordos com estes alienígenas EBEs (do planeta SERPO, sistema solar de Zeta Reticuli 1 e 2 ). Eles haviam sub-repticiamente (o MJ-12) promovido a produção dos filmes Contatos de Terceiro Grau (“CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND”) de Spielberg e “E.T.” para começar a familiarizar o público da existência destes aliens de “aparência estranha” que seriam compassivos, benevolentes, e verdadeiros irmãos espaciais. Eles “venderam ” ao público esta imagem dos EBEs e agora estavam diante do horripilante fato de que a verdade era justamente o oposto.
Além disso, um plano havia começado em 1968-1969 para fazer com que o público de nosso planeta soubesse da realidade ET nos próximos 20 anos, que culminaria com muitos documentos sendo liberados durante o período compreendido entre 1985-1987. Estes documentos explicariam a história e as intenções dos EBEs. A descoberta desta “Grande Mentira” fez com que as esperanças, planos, desejos e sonhos do MJ-12 entrassem em completa confusão e se instalasse o pânico.
Encontros no “Country Club”, uma hospedagem afastada que possui um campo de golfe particular e apropriadas instalações para descanso e trabalho que foram construídas para uso exclusivo dos membros do MJ-12, agora se dão em meio ao clima da divisão em facções quanto à decisão que deva ser tomada. Parte do MaJestic-12 deseja confessar todo o esquema e debate de que forma isto deve vir a público, de que forma apresentar suas desculpas, e pedir apoio.
A outra metade do MJ-12 rebate com a afirmação de que não há maneira de se fazer isto, a situação seria insustentável e não é de qualquer utilidade excitar o público com o conhecimento da “horrível verdade” e assim, o melhor plano seria continuar o desenvolvimento de um arsenal que pudesse ser usado contra os EBEs sob a cobertura do “SDI”, a Iniciativa de Defesa Estratégica (STRATEGIC DEFENSE INITIATIVE), que nunca teve nada a ver com a defesa contra mísseis nucleares soviéticos.
Enquanto estas palavras estão sendo escritas, o Dr. Teller “pai da bomba H”, está nos túneis de teste da Área de Teste de Nevada (ÁREA 51) dirigindo seus trabalhadores e associados conforme um deles diz, “como um homem possuído”. Ele também conta que o Dr. Teller foi um dos membros do MJ-12, juntamente com o Dr. Kissinger, Bobby Inman e possivelmente o Almirante Poindexter, para citar alguns dos atuais membros do MaJestic-12.
Antes da “Grande Mentira” ter sido descoberta e de acordo com os planos meticulosos de controle da liberação de informação para o público, alguns documentários e videoteipes foram feitos. William Moore, um pesquisador ufológico de Burbank, Califórnia recebeu um videoteipe por meio de seus contatos com membros do MJ-12 que tiveram um grande interesse no livro de Mr. Moore, “The Roswell Incident”, publicado em 1980.
O livro detalha a queda, resgate, e subsequente história da cobertura sobre um UFO com quatro corpos de aliens mortos. Eles (o MJ-12) decidiram usar Moore como um entre alguns condutores que iriam ajudar na gradual tentativa de liberação da informação sobre a existência de aliens.
O vídeo que Mr. Moore recebeu era o de uma entrevista de dois muito conhecidos homens de notícias com um agente militar associado ao MJ-12. Na entrevista o oficial militar responde perguntas relacionadas à história do MJ-12 e o acobertamento, o resgate de alguns discos voadores, a existência de vida alienígena (um entre três EBEs ainda estava vivo, entre os designados EBE1, EBE2, e EBE3) e sendo mantido em uma instalação denominada YY-II em Los Alamos, Novo México. A única outra instalação deste tipo é localizada na base aérea de Edwards Air Force Base em Mojave, Califórnia. O oficial citou nomes anteriormente mencionados e alguns outros até então não conhecidos: Harold Brown, Richard Helms, Gen. Vernon Walters, e Von Karmon.
O oficial também citou o fato de que os EBEs afirmavam terem sido os criadores de Cristo. Os EBEs teriam algum tipo de aparelho de gravação que teria gravado toda a história do planeta Terra e esta história poderia ser apresentada na forma de hologramas. Este holograma pode ser filmado da forma em que ele funciona mas as coisas não aparecem então nitidamente. A crucificação de Cristo no Monte das Oliveiras aparentemente teria sido filmada para ser mostrada ao público. Os EBEs afirmaram que criaram Cristo tendo em vista a “Grande Mentira”, que pode ser um esforço para romper com os valores tradicionais; a razão para isto é desconhecida.

Um outro videoteipe que se diz existir é o de uma entrevista com um EBE. Como os EBEs se comunicam por meios telepáticos, um Coronel da Força Aérea serve como intérprete. Exatamente antes da recente queda do mercado de ações, alguns homens de notícias, inclusive Bill Moore tinham sido convidados a Los Alamos para pessoalmente filmarem e distribuírem ao público um tipo similar de entrevista. Aparentemente, por causa da queda do mercado, houve o sentimento de que o tempo não era propício.
Moore também possui outros documentos do Projeto Aquarius, do qual as primeiras poucas páginas apareceram alguns anos atrás e detalhavam um projeto super secreto da NSA (National Security Agency) que tem sido negado por eles até bem recentemente. O Projeto Aquarius trata da comunicação com aliens, especificamente os EBEs (de SERPO). Dentro do projeto Aquarius estava o Projeto Snowbird, que se refere ao teste de uma espaçonave alienígena recuperada em Groom Lake, Nevada.
Moore sentiu que o MJ-12 tinha jogado com ele, prometendo ir a público com muitas das informações sobre os extraterrestres durante um longo tempo. Então, ele tomou a decisão de que se o MJ-12 não levasse em frente a informação e a liberasse publicamente até o final de 1987 então ele, Moore, iria liberar/trabalhar com o material, “com o que ele tinha obtido”, i.e. os videoteipes, os documentos remanescentes do Projeto Aquarius e outros materiais que ele possuía.
Algumas das afirmações de Moore levam alguns a acreditar que ele é um agente do governo trabalhando para o MJ-12, não se estendendo muito, mas se estendendo o suficiente para fazer com que muitos ufologistas esperançosos acreditem que a verdade está somente na periferia. Considere o seguinte:
1.. Moore afirma enfaticamente que ele não é um agente do governo, entretanto quando Les Graham (um ufologista do sul da California) foi investigado pelo DIS em razão de documentos que ele havia recebido de Moore, Moore negou ter estes documentos.
2.. Moore afirma enfaticamente que as mutilações de gado eram uma farsa para que Linda Howe criasse publicidade para si própria. Ele cita o livro “Mute Evidence” como a linha inferior da farsa.
3.. Moore afirma que o livro de física da academia da força aérea americana “Introductory Space Science” Volume II Capítulo 13 intitulado Unidentified Flying Objects e que descreve os quatro tipos dos aliens mais vistos (um dos quais era um EBE) foi escrito por um Tenente Coronel e um Major que não sabiam do que estavam falando e estavam meramente citando “excentricidades”. Ele disse que o livro foi recolhido para a eliminação deste capítulo.
Se o governo sentiu que eles estavam sendo forçados a reconhecer a existência de aliens na Terra em virtude da esmagadora e progressiva quantidade de evidências e levando em consideração a “Grande Mentira” e as intenções obviamente hostis dos EBEs, poderia ser manobra do MJ-12 admitir os EBEs mas esconder a informação sobre as abduções e as mutilações. Se o MJ-12 e Moore estavam em algum tipo de acordo seria benéfico para ambas as partes estabelecer uma linha de separação. Por exemplo “…aqui estão muitos outros documentos genuínos, mas não discuta sobre as mutilações ou as abduções”. Se Moore ainda estivesse trabalhando para o MJ-12 ele seguiria esta linha pré estabelecida de qualquer forma …negando as mutilações e as abduções.
O tempo dirá. É possível que Moore vá em frente e apresente o vídeo da entrevista com o oficial militar por volta do ano novo. Do ponto de vista do MJ-12 o público receberá a informação sem realmente nela acreditar por que Moore não é uma fonte que goze de credibilidade, disse, o Presidente dos Estados Unidos. Após alguns meses de digestão e de discussão uma fonte muito mais acreditada pode emergir com uma informação que é, de fato, a de que a entrevista é de fato verdadeira.
Um aviso muito objetivo para a humanidade, deixado em um Crop Circle em uma plantação na Inglaterra, com a imagem de uma raça (greys) alienígena e um claro aviso em código binário contido no círculo com essa mensagem: “CUIDADO COM OS PORTADORES DE FALSOS PRESENTES(tecnologia) E SUAS PROMESAS QUEBRADAS. MUITA DOR MAS AINDA HÁ TEMPO. EELrijue. EXISTE BONDADE LÁ FORA. NÓS NOS OPOMOS AO ENGANO. CONDUTO FECHANDO” [som de sino]“ Ao que parece ainda temos “Amigos lá fora”
Se, por outro lado, Moore não liberar o vídeo até, digamos, 01 de fevereiro, e vir com uma história parecida com: “MJ-12 me informou que eles estão definitivamente planejando uma liberação total de toda informação para outubro de 1988. Eu vi o planejamento e vi garantias que isto acontecerá. Assim, decidi que a liberação no momento presente do meu videoteipe poderia causar “, isto seria, na verdade, ganhar mais tempo para o MJ-12, e tempo é o que eles precisam desesperadamente.
O restante de nós tem apenas que supor que a grande imagem está em qualquer lugar. Será que os EBEs, após terem feito centenas de milhares de abduções e construído um desconhecido número de bases subterrâneas, (Groom Lake (Área 51), Dulce, Sunspot, Datil, Pietown, Northern Nevada, Roswell (e outras em países da Europa, África e Australia), só para nomear algumas) estarão prontos para voltarem para onde eles vieram? Ou analisando a óbvia preparação, nós podemos pensar que de fato eles estão se preparando para algo maior? Ou ainda, uma situação mais sinistra e mais provável, a de que a invasão já está essencialmente completada e tudo mais é em vão.
Uma invasão bem planejada da Terra para obtenção de recursos e benefícios não começaria com aterrissagens em massa e um monte de armas de raios. Uma invasão bem planejada e executada por uma civilização milhares, ou provavelmente, centenas de milhares de anos de avanço (TECNOLÓGICO) sobre nós, estaria antes completa e apenas uns poucos, talvez 12 pessoas, dela teriam conhecimento. Sem distúrbios, tranqüilamente efetuada.
Aqui está uma lista de alguns dos prováveis visitantes da Terra. O único lar conhecido (e visitado por uma equipe de intercâmbio de 12 militares dos EUA que lá permaneceram, no planeta SERPO, durante treze anos) destes visitantes é o dos EBEs que se encontra na estrela/sol , na constelação de Zeta Reticuli 1 e 2, um sistema estelar binário visível no hemisfério sul, a aproximadamente 38 anos luz da Terra e com uma classe espectral G2, idêntica ao nosso sol.
Três tipos de EBEs (Greys):
Grey-1: 1,25 a 1,32 metros de altura, grande cabeça com grandes olhos oblíquos (se reproduzem por clonagem). Reverenciam a tecnologiaNão se importam com a Humanidade.
Grey-2: O mesmo tipo, diferente arranjo de dedos, face ligeiramente diferente. Mais sofisticados do que os de tipo 1, usam o senso comum e são passivos. Parecem não precisar de secreções.
Grey-3: O mesmo tipo básico. Lábios mais finos. Mais subservientes aos outros dois tipos.
Louros, Suecos, Nórdicos (PleiâdesSirius e Órion)
Similares aos Humanos. Cabelos louros, olhos azuis. Não quebrarão a lei universal (1ª diretriz universal, respeito ao livre arbítrio) da “não interferência” para nos ajudar. Só poderão interferir se a atividade Grey causar um efeito adverso em outra parte do Universo.
InterdimensionaisEntidades que podem assumir formas humanas variáveis. São de natureza pacífica. 
Anões Cabeludos: 1,32 metro de altura, aproximadamente 20 quilos de peso. Extremamente fortes, cabeludos e neutros. Não são nocivos à vida inteligente.
Raças brancas muito Altas: Se parecem com os humanos e tem mais de dois metros de altura. São unidos aos Nórdicos Louros.
Humanos de aparência similar aos louros, vistos com os Greys:  São criados pelos Greys. Tem mentalidade infantil.
MIBs (Men In Black- Homens de Preto): Os homens de preto. Todos se vestem totalmente de preto. Usam óculos escuros. A pele é muito pálida. Não agem de acordo com os padrões comuns. São extremamente sensíveis à luz. Podem ser uma imagem holográfica.
Constelação de RETICULUM, próxima de SÍRIUS, cujos sóis duplos Zeta 1 e 2 é a origem de um tipo de ETs Greys (Planeta SERPO) que manteve contado/acordos com o governo americano. 
Isto é tudo o que tenho para você agora exceto que ainda tenho que dizer para você que Moore mostrou o videoteipe para ver as reações das pessoas. Uma destas pessoas foi Paul Harvey, um comentarista de notícias muito conhecido e amigo pessoal. Paul disse que viu a evidência mas rejeita o conteúdo. Eu falei com ele outro dia brevemente pelo telefone para dizer a ele que o vídeo era verdade e que teria de fato informação importante e que ele devia estar atento para o que se conhece como “a Grande Mentira” [são tantas…].
Eu contei a ele que ao menos uma coisa não era verdade, a história que os EBEs inventaram Cristo. Ele disse que, de qualquer forma, não tinha acreditado nesta parte. Eu falei a ele que seria importante conhecer “o resto da história” e que eu estarei em Chicago em poucas semanas para falar com ele. Ele disse que eu serei bem vindo.
Uma palavra sobre “canalizações e canais”. Pura e sem adulterações ilusões. Os Greys tem criado estes “Irmãos Espaciais” para apelar para um certo segmento da população que poderia estar procurando por informação real. (Em parte esse fato é real, a maioria das canalizações são forjadas, devemos ter critério e sensibilidade ao tomarmos contato com esse material, e sermos “muito intuitivos” a respeito deles). Postado em Outubro 2013.
Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.