quinta-feira, 19 de março de 2015

Nesta sexta-feira tem eclipse Total do Sol. Não perca!

Na próxima sexta-feira, dia 20, Lua e Sol terão um encontro fascinante que vai dar o que falar. A Lua encobrirá o astro-rei e a clara manhã do hemisfério norte se transformará em uma gélida noite repleta de estrelas.
Eclipse total sol negro

O eclipse desta sexta-feira será total e poderá ser observado na Europa, Islândia, norte da África e norte da Ásia. No Brasil o eclipse não será visível e o Sol ainda nem terá nascido quando o evento estiver começando.

O início do eclipse terá início às 04h41 da manhã brasileira (BRT), quando a borda da Lua tocar o disco solar. Isso acontecerá sobre quando os astros estiverem sobre o Atlântico Ocidental a 650 km a leste da costa de Labrador, no Canadá e a 450 km do extremo sul da Groenlândia.

O ápice do fenômeno ocorrerá às 06h45 da manhã, quando Sol e Lua estiverem a nordeste de Faroe, uma pequena ilha situada entre a Escócia e a Islândia, onde vivem cerca de 50 mil pessoas. Ali é onde eclipse deverá durar mais tempo, cerca de 2m47s.
Mapa do eclipse de marco de 2015
Clique para ampliar
Toda a Europa poderá contemplar o evento. Em Paris, os franceses verão a totalidade acontecer as 10h30 do horário local, enquanto os portugueses de Lisboa verão às 09h01.
O fim do eclipse ocorrerá às 08h50 BRT, após quase quatro horas de show astronômico, com a sombra da Lua praticamente sobre o polo norte,

Eclipse Solar
Um eclipse solar total acontece sempre que a Lua se posiciona exatamente entre o Sol e a Terra, bloqueando completamente o disco da estrela. Nestas condições o céu se torna completamente escuro e estrelas e planetas podem ser vistos durante o momento da totalidade.

O eclipse total ocorre com a Lua no perigeu ou próximo dele, ou seja, quando está mais próxima da Terra. Quando está mais afastada seu tamanho aparente não encobre completamente o disco solar e um arco luminoso é observado ao redor da Lua. Nestas condições o eclipse passa a ser do tipo parcial.


Eclipse Repetido
Muitos dos que estão lendo esse artigo provavelmente não se lembram, mas no dia 9 de março de 1997 o céu também foi palco de um eclipse total. E o que é mais interessante, igualzinho a este que teremos na sexta-feira. Em outras palavras, esse é um eclipse repetido.

Essa repetição ocorre devido a um ciclo natural conhecido como Ciclo de Saros, que é um período de 18 anos, 11 dias e 8 horas no qual algumas efemérides da Lua fazem com que um eclipse semelhante volte a se repetir. Isso significa que daqui a 18 anos e 11 dias teremos um eclipse total igual a este, exatamente em 30 de março de 2033.

Artes: no topo, foto do eclipse solar total ocorrido em 2008 e clicado pelo astrofotógrafo Miloslav Druckmuller. Na sequência, mapa mostra o caminho da sombra da Lua e os locais de melhor visibilidade do fenômeno. Acima, esquema de como acontece um eclipse solar. Créditos: Apolo11.com