segunda-feira, 18 de maio de 2015

O abduzido do interior da Argentina que teve vários encontros com seres extraterrestres vem ao Brasil

Juan Oscar Pérez, trabalhador rural na província de Santa Fé, teve múltiplas abduções e contatos com extraterrestres, sendo protagonista de um dos mais importantes casos da Ufologia Argentina


Juan Oscar Pérez, protagonista de um dos mais importantes casos da Ufologia Argentina, estará no Fórum Mundial de Contatados

É cada vez maior a expectativa na Ufologia Brasileira, enquanto se aproximam os dias 12, 13 e 14 de junho, quando se realizará em Porto Alegre o III Fórum Mundial de Contatados. Alguns dos principais e mais atuais temas da pesquisa ufológica mundial serão debatidos pelos 16 conferencistas, divididos entre pesquisadores, testemunhas de importantes ocorrências, abduzidos e contatados. A procura pelas vagas continua intensa, e quem estiver interessado deve se apressar e fazer sua inscrição no site oficial, disponibilizado abaixo, pois em breve serão completadas as 450 vagas disponíveis.
A Ufologia sul-americana terá grande destaque no III Fórum Mundial de Contatados, e um dos mais importantes casos argentinos será apresentado por seu protagonista. Juan Oscar Pérez teve seu impressionante caso pesquisado pelo ufólogo e psiquiatra Nestor Berlanda, que também estará presente ao evento, e irá narrar em primeira mão a sucessão de abduções e contatos com extraterrestres que experimentou por toda a vida. As ocorrências tiveram início em 06 de setembro de 1978, quando tinha 12 anos. Juan saiu montado em seu cavalo, Cometa, à procura de um grupo de cavalos na estância onde sua família morava, a cerca de 6 km da cidade Venado Tuerto, sul da província de Santa Fé.É cada vez maior a expectativa na Ufologia Brasileira, enquanto se aproximam os dias 12, 13 e 14 de junho, quando se realizará em Porto Alegre o III Fórum Mundial de Contatados. Alguns dos principais e mais atuais temas da pesquisa ufológica mundial serão debatidos pelos 16 conferencistas, divididos entre pesquisadores, testemunhas de importantes ocorrências, abduzidos e contatados. A procura pelas vagas continua intensa, e quem estiver interessado deve se apressar e fazer sua inscrição no site oficial, disponibilizado abaixo, pois em breve serão completadas as 450 vagas disponíveis.
Subitamente surgiram luzes coloridas, que de acordo com a descrição de Pérez pareciam dançar em torno deles. O cavalo, Cometa, ficou arisco e disparou de volta à casa da fazenda, mas Juan o controlou. Surgiu Felipe Pérez, seu pai, que perguntou a respeito do bando de cavalos, e não deu atenção quando Juan falou das luzes, mandando-o voltar. O garoto cavalgou até uma lagoa, situada dentro da estância, e lá observou um objeto pousado. Vislumbrou o grupo de cavalos correndo assustados, mas dirigiu Cometa até lá. Pérez descreveu o objeto como tendo cerca de 12 metros de diâmetro, formato semi-esférico e janelas circulares ao redor. Subitamente o menino viu uma abertura se formar, semelhante a uma comporta que desliza para o lado, e uma escada se desdobrou e tocou o solo.
DOIS ESTRANHOS SERES
Na porta formada na cobertura do UFO Juan viu um ser alto, de cerca de 2,5 m de altura, usando uma vestimenta de cor cinza prateado e um capacete cilíndrico. Usava grandes luvas, seu dedo médio era o mais curto de todos, e da frente do capacete saía uma mangueira flexível que estava ligada a um ponto do interior do objeto. O ser emitiu sons ininteligíveis e com a mão fez um gesto, como se convidasse Juan para entrar. O menino amarrou as rédeas do cavalo a uma das pernas da escada e a subiu, parando em seu topo, ao lado do ser. Viu uma sala retangular, com uma mesa de controle à direita, cheia de botões, e outra parecida à esquerda. Ao lado desta última ele viu um ser pequeno, de 1,5 m de altura, corpo cilíndrico e pernas curtas terminadas em rodas. Seus braços terminavam em mãos na forma de instrumentos, similares a tesouras e pinças, e sua cabeça era cilíndrica.

O ser pequeno, que por vezes Juan descreve como robô, realizava o que parecia uma amostragem de ossos, colocados sobre a mesa, cortando-os e depositando pedaços em um recipiente. O menino quis tocar o ser grande, porém sentiu a presença do que descreveu como uma parede invisível. O ser alto em determinado momento pressionou os botôes e a escada começou a se recolher. Juan correu para desamarrar Cometa, que ficou muito agitado, no que foi ajudado pelo ser alto, que voltou a liberar a escada. A seguir o menino apontou para a luva do alienígena, que a entregou a ele, revelando uma mão de pele verde, com dedos terminados em garras cônicas. O ser espetou Juan no braço com uma dessas.
A cicatriz deixada pelo ser no braço de Juan
A cicatriz deixada pelo ser no braço de Juan

 O menino montou em Cometa para voltar à estância, mas percorridos alguns metros viu que o UFO liberou dois objetos menores, que se uniram e passaram perto dele, atraindo por fim a luva que Juan havia prendido em sua sela. O UFO por fim desapareceu no céu com um zumbido penetrante, enquanto Pérez chegava em casa. O argentino irá detalhar suas impressionantes experiências no III Fórum Mundial de Contatados, que acontece em Porto Alegre entre os dias 12 e 14 de junho, tem 450 vagas disponibilizadas, das quais, relembramos, 400 já foram preenchidas. Os interessados devem se apressar para realizar a inscrição no site oficial do evento, disponibilizado abaixo. Ali também estão todas as informações a respeito dos conferencistas e os temas de suas apresentações, e também de hospedagem durante o congresso. Além disso, acaba de ser publicada a programação oficial do evento, que também pode ser conferida no link abaixo.
III Fórum Mundial de Contatados, Porto Alegre, de 12 a 14 de junho