segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Ex-funcionário da NASA promete revelar um “segredo obscuro” sobre a Lua

Ken Johnston, veterano aposentado da NASA, afirmou que, em breve, revelará um “segredo obscuro” que a agência norte-americana ocultou por mais de 40 anos.

Segundo Ken, trata-se de uma série de fotografias que mostram diversos objetos secretos na superfície lunar, tiradas durante a aterrissagem na Lua em 1969. Ele afirmou que, naquela época, embora tenha recebido ordens de destruí-las, decidiu guardar uma cópia das imagens em seu arquivo pessoal. 

Indo mais longe ainda e, apesar de não ter esclarecido se as fotos estão relacionadas a isso, Johnston disse que os astronautas norte-americanos descobriram antigas ruínas de origem artificial sobre a Lua. Essas palavras ecoam com as de uma ex-funcionária da NASA, que, em dezembro de 2015, afirmou que a agência espacial havia destruído um grande número de fotos de óvnis

Incrível cidade alienígena é descoberta por sonda da NASA em lua de Saturno

cidadealienigena

A sonda rapidamente desce através da atmosfera nebulosa de Titã e temos o nosso primeiro vislumbre de uma paisagem alienígena de tirar o fôlego. Surpreendentemente, há montanhas incríveis coberta por nuvens e dunas arenosas, não o que se poderia esperar de uma lua. O que é ainda mais surpreendente é que existe uma enorme cidade diante de nós. Edifícios, barcos sobre cursos de água, estruturas, tudo que você esperaria ver em uma metrópole. Claramente visível vemos vários edifícios, mais parecidos com edifícios na terra com telhados pontiagudos. Vemos muitas embarcações com trilhas de água visível atrás delas. Elas parecem ter luzes na frente. Podemos ver objetos redondos no topo, possivelmente radar ou equipamento de satélite. Estas imagens são surpreendentemente semelhantes às imagens de cidades da terra. Tanto assim, que se pergunta se essas imagens foram tomadas em Titã, uma das luas de Saturno ou terra.
Este vídeo foi criado com dados coletados pelo Huygens Descent Imager e retrata a visão da Huygens durante as últimas horas de sua descida na superfície de Titã em janeiro de 2005.