segunda-feira, 7 de abril de 2014

Com 51% dos votos válidos, Lane Cabudo é eleita prefeita de Palestina - Alagoas

Em pleito apertado, Dino César perdeu por 74 votos de diferença. Segundo TRE-AL, 3.217 eleitores foram às urnas neste domingo (6).


Com 1.598 votos, Eliane Silva Lisboa, a Lane Cabudo (PT), da coligação “A Esperança se Renova”, foi eleita a nova prefeita do município de Palestina, em eleição suplementar que aconteceu neste domingo (6). Dino César (PMDB), teve um total de 1.524 votos, totalizando 74 votos de diferença entre os dois.
Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas, 3.217 eleitores do município compareceram às duas seções de votação da cidade. A apuração foi realizada no cartório eleitoral de Pão de Açúcar, também no Sertão de Alagoas.
Ainda segundo o TRE, a eleição teve 20 votos em branco e 75 votos nulos. A Polícia Militar e o TRE não registraram nenhuma ocorrência durante a votação, que ocorreu de forma tranquila. O pleito anterior, realizado em 2012, que elegeu José Alberto Barbosa (PTdoB), foi impugnado pela Justiça eleitoral por irregularidades no registro de candidatura.
De acordo com informações do cartório eleitoral da 11ª Zona, Palestina tem cinco mil habitantes, com 3.664 eleitores aptos e contou com 11 seções eleitorais, que se concentraram em duas escolas públicas localizadas na área urbana daquele município.
Pleito anulado
As eleições realizadas em outubro de 2012, que elegeram José Alberto Barbosa como prefeito de Palestina, foram impugnadas pelo MPE em julho de 2013. A alegação dos magistrados foi a de que Barbosa não havia registrado um novo candidato a vice em tempo hábil. A necessidade do registro se deu após a prisão do antigo candidato, Gedilson Costa da Silva (PR), conhecido como “Gel", dois dias antes da eleição, por ter sido flagrado com um carro repleto de santinhos e R$ 8 mil, em dinheiro trocado. Além disso, pesava contra ele a acusação do MPE de ter pago R$ 500 em troca do voto de um eleitor. Gel, então, renunciou à candidatura. Uma nova candidata foi apontada, Kathiane Janine Medeiros (PMDB), mas o pedido, que não foi feito com até 24 horas de antecedência, como manda a legislação, foi indeferido pela Justiça. Na época, o juiz Durval de Mendonça Júnior, titular da comarca de Pão de Açúcar, e que também reponde por Palestina, determinou que novas eleições fossem realizadas na cidade. Nesse período, quem assumiu o comando do Executivo municipal foi o presidente da Câmara de Vereadores, Geraldo Joaquim de Carvalho. A nova votação, adiada por conta de um recurso movido por Kathiane, havia sido marcada para o dia 1º de dezembro de 2013, mas foi suspensa dois dias antes. Após julgamento do processo, o novo pleito foi remarcado para este domingo.

fonte: Natália Souza Do G1 AL